Declarando imposto de renda sobre lucros no Forex

Que alegria! Você operou com sucesso o ano todo e agora poderá finalmente usufruir de uma parte de seus lucros… pelo menos não antes de pagar o imposto de renda sobre lucros no Forex.

Aposto um braço do Joaquim Levy que todo brasileiro adora pagar impostos! Como não podia ser diferente, você também precisa fazê-lo com seus ganhos no forex. Não que você precise pagar, mas deve para não ter problemas futuros com o leão.

Não há mistério algum fazer declaração de imposto de renda sobre lucros no forex e se você mesmo já preenche suas próprias declarações, certamente já estará em terras conhecidas.

 

Quanto e quando pagar IR

Declarando imposto de renda sobre lucros no Forex

No Forex, a Receita Federal não faz distinção se o lucro em cada operação foi obtido em uma operação de day trade ou em semanas (swing trade), meses ou anos (position trade), a alíquota será sempre 15%. Isso por que a RF considera que é um lucro de “Ganhos de capital em moeda estrangeira“, pois como o Forex não é reconhecido legalmente em terras tupiniquins, esta é a instrução normativa que mais se aproxima deste mercado.

 

Vamos então entender na prática

Você enviou US$ 5 mil para sua corretora e ao final de algum tempo você fez um lucro de US$ 1 mil e gostaria de retirar esse lucro. É preciso declarar imposto? Não!

Só se paga imposto sobre lucro em moeda estrangeira quando o que você trás de volta para o brasil (repatriar), excede o que foi enviado. Ou seja, você poderia repatriar até US$ 5 mil sem precisar se preocupar com o leão.

Como você já repatriou US$ 1 mil ainda poderia repatriar mais US$ 4 mil sem precisar pagar imposto. A partir daí, já é necessário pagar os 15% de imposto sobre o ganho de capital.

E não importa quanto de lucro você faça ou em quanto tempo. Seja US$ 1 milhão em duas semanas ou US$ 10 em vinte anos, só paga quando repatriar.

 

Como declarar imposto de renda sobre lucros no Forex

Realizar a declaração sobre seus ganhos é simples.

É preciso apenas do programa Ganhos de Capital em Moeda Estrangeira, um programa auxiliar da DIRPF.

Ao abrir o programa selecione na aba esquerda “Rend. auferido em moeda estrangeira” e clique em “novo“.

Declarando imposto de renda sobre lucros no Forex

Na aba “Identificação” apenas alguns campos precisam ser preenchidos, como visto acima. Eles são:

Especificação“, com o próprio nome já diz, especifica a natureza do ganho e você escolhe como chamá-lo: Saque Forex, Saque Opção Binária, Rendimento prata e ouro… Depende de como você ganhou esse dinheiro.
Custo de aquisição” é valor do(s) depósito(s) inicial.
Valor de Alienação” é o valor repatriado.
Data de Aquisição e Alienação” é a data que foi realizado o depósito inicial.
Data de Alienação” refere-se ao dia em que solicitado o saque.

Não esqueça do “nome” (Adquirente). =)

E agora?

Pelo exemplo da imagem acima, observe que, como o valor de alienação foi de apenas US$ 300, o valor dos impostos na aba de apuração será zero, pois o que foi repatriado não excede os US$ 1.000 enviados para o exterior, como já explicado no começo deste artigo.

O único campo a ser preenchido na aba “Apuração” é o da “cotação“. A cotação do Dólar sobre o Real deverá ser à correspondente ao da data de alienação.

Declarando imposto de renda sobre lucros no Forex

Quando o valor que for repatriado exceder o depósito, “Custo de aquisição” já deve ser deixado em US$ 0 e o “Valor de Alienação” o valor líquido do saque.

Depois de tudo preenchido corretamente gere a guia de impressão clicando no botão de imprimir ou exportar para o IPRF, caso for fazer a declaração.

Declarando imposto de renda sobre lucros no Forex

Selecione o CPF, “Darf de Bens, Direitos e Aplicações Financeiras” e o mês.

Na guia “Em moeda Estrangeira“, o nome que foi colocado no campo “Especificação” deverá aparecer.

Agora é só clicar em OK e será gerada a guia de impressão. Veja abaixo:

Guia de impressão DARF

Talvez muitos não saibam, mas é possível se pagar a DARF pelo internet banking na maioria dos bancos.

A imagem abaixo mostra os campos a serem preenchidos no site do Santander da mesma forma como está na folha impressa da DARF. No site, ela encontra-se na opção outros pagamentos > DARF.

Guia de pagamento DARF Internet Banking

E por enquanto é isso… :)

Gostou? Compartilhe!

Gostou deste artigo? Insira seu email e receba gratuitamente nossas atualizações!